1.10.14

Bettmeralp e o seu fantástico glaciar

Quando você vive em um país que tem paisagens tão bonitas e ao mesmo tempo tão fáceis de serem alcançadas, fica mais fácil gostar de morar nele, rs...


A Suíça, como eu já citei em alguns posts, pode não ser lá aquele país com altas baladas e para baladeiros (ufa, ainda bem que eu já passei dessa fase), não que em cidades como, por exemplo, Zurique, não haja festas, e coisa e tal, mas a Suíça é mesmo mais conhecida pela sua calmaria, pelo seu ar bucólico e pelas paisagens alpinas.


Feita essa introdução, vale dizer que Bettmeralp, que está localizada no cantão de Wallis, na parte germânica do país, reforça ainda mais o estereótipo de tranquilidade das cidades alpinas da Suíça, com vaquinhas, sinos tocando, casinhas fofas de madeira e os alpes, que permanecem nevados mesmo no verão.


Casas de madeira, típicas do cantão de Wallis, em Bettemeralp.


Bettmeralp é uma vilinha alpina que está localizada a 1940 metros acima do nível do mar. Lá, a circulação de carros é proibida, a não ser os carros elétricos dos hotéis que servem para transportar os hóspedes e suas bagagens.
 
Para chegar até a vila é necessário tomar um teleférico na estação de trem Bettemeralp. Da vila é necessário tomar outro cable para chegar até o topo. Esse percurso é feito em 7 minutos e a diferença de altura entre eles é de mais de mil metros.
 
Os cables de Bettmeralp
A região está localizada no vale do Rhone, na parte sul da Suíça e por estar ao sul, a região é também favorável à produção de vinhos. O cantão de Wallis é o responsável pela produção de pelo menos um terço de todos os vinhos produzidos na Suíça.
 
Geograficamente o cantão do Wallis (ou Valais, para os falantes de francês), é bem diferenciado dos demais cantões suíços, isso porque a região se manteve quase intacta e com poucas intervenções estruturais, o que contribuiu para que a região não se deteriorasse com reformas ou modernizações que a fizessem entrar em um roteiro turístico de massa.


Claro que a região é muito visitada e tem inúmeras opções de hospedagem, desde hotéis, chalés a quartos para temporadas, mas não parece ter aquele boom de turistas, como por exemplo, nos alpes de Jungfrauchjoch (que eu já ouvi suíços dizendo que lá é montanha para asiático ver, rs... tamanha a quantidade de turistas japoneses, coreanos, asiáticos em geral que visitam a atração).

Como escrevi no post sobre as casas típicas de Wallis, na maior parte dos folhetos turísticos que citam a Suíça, os alpes e as montanhas de Wallis, aparecem muito pouco. Você vai ver/ler mais, por exemplo, sobre a montanha Jungfraujoch ou Pilatus, do que sobre as montanhas do Valais. Por isso mesmo, é que a região vale uma visita. Ela pode não ser tão famosa, mas estando lá você vai ver que isso é o que menos importa.

Vaquinhas alpinas sendo recolhidas e o terraço panorâmico no alto de Bettmeralp

Aletsch é o nome do conjunto de montanhas glaciares que envolve a região. O glaciar de Bettmeralp foi listado como o primeiro patrimônio mundial da Unesco dos alpes.



Aproximadamente vinte por cento do cantão de Wallis é composto por geleiras e mesmo assim, segundo as estatísticas, o sol brilha por lá aproximadamente 300 dias por ano!


Felizmente o outono começou com temperaturas bem agradáveis por aqui e estamos conseguindo aproveitar para fazer passeios ao ar livre enquanto o inverno não chega.

A paisagem lá do alto é tão incrível que parece que você entrou dentro de um quadro, ou que está, literalmente nas nuvens!!

Um show de parapentes no céu

Eu, nas nuvens!
É bem alto, e é preciso um certo preparo físico para caminhar por lá, porque pode ficar difícil de respirar e o caminho é cheio de desníveis. Parece até que eu fui sozinha, mas meu marido estava sempre na frente e tinha que parar para me esperar, rs...  Eu devo ter parado umas duzentas vezes durante o percurso, mas consegui! hehehe.


Carregar uma garrafa com água e alguma comida na mochila é fundamental. Há restaurantes lá no alto, mas vai que a sua pressão cai lá no meio dos alpes e você não tem nada pra comer? Além disso, calçar um tênis adequado para caminhadas, carregar uma jaqueta e um cachecol (mesmo no verão), vai facilitar muito a sua vida lá em cima.

Nos alpes: das pedras também surgem flores!

Fizemos só um passeio bate e volta, mas queremos voltar no inverno para passar alguns dias e respirar esse arzinho puro dos alpes!


Informações práticas:
A SBB (Cia suíça de trens) te leva até Bettmeralp. A partir de Zurique, Berna, Basel ou Genebra, você deve viajar direto até Brig. Lá você deve tomar um trem com destino a Betten (12 km) e de lá o cable para Bettmeralp.

De carro: Digite Grengiols Guldersand no seu GPS e vá em frente :-).  Há estacionamento ao lado da estação Betten.

O ticket para subir aos alpes custa 18.80 francos (ida e volta) para adultos. Você paga tarefa reduzida se tiver o abonamento da SBB ou o GA (General Abonnement).

Mais informações você pode encontrar aqui

18 comentários:

  1. Quando voce falou que se sente nas nuvens deu pra perceber nas fotos....rsrs...as nuvens estao tao proximas....rs. Adoro esses seus posts sobre a Suica, eu gostaria de ter paciencia pra escrever assim com tantas dicas e insights sobre os lugares que visito. E nem preciso falar das fotos lindas, paisagens encatadoras e vaquinhas fofas ne...rs.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique, tb não é sempre que eu tenho esses "insights" não... rs... tem vários lugares que ainda não escrevi, sei lá, escrevo mais por inspiração do que por "obrigação" de ter que postar no blog. Bjs

      Excluir
  2. que lugar incrível Sandra! O que são essas fotos?!! Parece muito uma pintura!! Adorei a dica e com certeza vai entrar na minha lisitinha!!

    beijokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tivemos sorte de visitar esse lugar em um dia bonito!!! O lugar vale mesmo a pena, tomara que você consiga visitá-lo. Bj

      Excluir
  3. Quando eu crescer eu quero morar na Suíça, ta? =D

    ResponderExcluir
  4. Alguém morre de stress num país assim? Duvido....

    ResponderExcluir
  5. Isso é o mais legal de ler blogs de expatriados, você descobre cada coisa linda que não aparece em guia turístico! Lindo demais esse lugar, Sandra, fiquei encantada. Um dia eu ainda vou voltar em Freiburg e quero esticar até a Suíça, daí eu te chamo pra gente comer umas coisas gostosas, hehe.

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça isso Marcela!!!! Vou adorar tomar um café com bolo com você! Já pensou? rs... Bjs

      Excluir
  6. Por favor, um tele-transportador!
    Que lugar perfeito, que casinhas lindas. Eu moraria aí sem nem pensar duas vezes.
    O ar bucólico é lindo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O lugar é bonito, mas pra morar... ai ai sei não, rs... para passar alguns dias é ótimo, mas acho muito isolado :-(. Bjs

      Excluir
  7. Eu tava ansiosa pra ler esse post desde o dia que você postou uma foto no intagram. Sem palavras pra descrever esse lugar. Estou simplesmente encantada! Que privilégio esse viagem! Com certeza esse lugar entrou pra minha lista de lugares que devo visitar. Obrigada por compartilhar!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, olha esse passeio dá pra fazer em um dia ou em um final de semana, não é tão longe de onde moramos... Tomara que você possa visitá-lo um dia. Bjs

      Excluir
  8. Literalmente: paisagens de tirar o fôlego, mesmo! hahaha Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahahahha, e põe fôlego nisso: nos dois sentidos, rs.. Bjs

      Excluir
  9. Adooooro ver as fotos daqui pq me lembra minha visita. Eu simplesmente AMEI a Suíça e não canso de dizer isso. Meu pai me disse antes de viajar que eu ia ver o lugar mais lindo que ele viu na vida. E ele estava certo.

    K!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a Suíça é lindíssima. É um tipo de beleza que não temos no Brasil, que tb é um país lindo!! A Suíça ainda está muito fora do roteiro de viagem dos brasileiros e eles não sabem o que estão perdendo,r s.. Bjs

      Excluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...